OUTROS SITES EM DESTAQUE RIO
Primeira Página

NEWSLETTER

Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades
na sua caixa de correio

BLOG GRANDE INTERNO_MISSAO DE VIDA

Pessoal, hoje vamos continuar falando de mediunidade, mas antes disso é preciso falar um pouco sobre espiritismo e espíritos, tá?

É muito importante que todos saibam o que é o espiritismo. A doutrina espírita vai além da religião, tem uma abordagem científica e filosófica sobre a natureza, os espíritos e a relação com o corpo que fundamenta os seus preceitos. Allan Kardec foi o grande precursor do espiritismo e em seu livro “os Princípios Básicos do Espiritismo da Alma” reuniu os princípios da religião.

Mas então, no que acreditam os espíritas? O princípio básico de qualquer doutrina espírita é crer que além do corpo possuímos o espírito e que quando o físico falece o espiritual pode retornar em outra vida, viver em um novo corpo. Ou seja, cremos no espírito e na reencarnação, que nada mais é a do que a oportunidade que Deus nos oferece de voltarmos à vida para corrigir nossos erros e evoluir espiritualmente.

Quando vivemos, eu, você e qualquer ser humano do Planeta, tomamos milhões de decisões e temos milhares de atitudes e isso é jogado para Universo. E como a lei da física é implacável, toda ação tem uma reação e é assim que surgem os carmas. Por isso, na nossa vida atual acontecem algumas coisas além ou aquém do nosso merecimento, pois elas são a resposta de atitudes passadas.

Então, quando desencarnamos, o corpo deixa de existir e passamos a viver no mundo espiritual e cada espírito vai para um lugar de acordo com as atitudes que teve em vida. Existem vários níveis de padrão vibratório que vão do umbral às paragens celestiais. Deus nos dá a oportunidade de evoluir e conforme a evolução nosso espírito muda de “morada”. Para evoluirmos temos duas opções: servir no plano espiritual ou reencarnar e voltar ao plano terrestre.

Antes de encarnar, fazemos uma espécie de “contrato” e decidimos qual será a nossa missão, como iremos praticar a caridade e evoluir em vida. Exercitar a mediunidade é uma dessas missões, pois disponibilizamos nosso tempo e nosso corpo para ajudar aos outros. Todos somos médiuns, mas essa é a razão pela qual alguns de nós apresenta mais sensibilidade que outros. Fizemos essa escolha e temos que completar nossa missão.

Como falamos ontem, existem vários tipos de médiuns, mas vou dar destaque aos médiuns de cura. Quem é médium de cura tem uma energia muito forte que precisa ser liberada senão acaba bloqueando a própria vida e vivendo no quase. Ex: “quase ganhou”, “quase se casou”, “quase deu certo”, “quase conseguiu o emprego”, etc.

Os médiuns de cura normalmente são dos signos de capricórnio, virgem e libra. E, além dos sintomas que passamos ontem, ainda sentem:

  • Calafrios
  • Ânsia de vômito
  • Vida estagnada
  • Cansaço depois do sono
  • Pés gelados
  • Clarividência e vidência

Mas como liberar essa energia para se sentir melhor? Existem várias formas. Estudar Allan Kardec, freqüentar centros espíritas, fazer cursos de médiuns… mas a maneira mais moderna e menos arriscada e complicada é cursar Reiki.

 Copyright © TAROTDELACRUZ.pt 2017

Desenvolvido por Optimeios