OUTROS SITES EM DESTAQUE RIO
Primeira Página

NEWSLETTER

Subscreva a nossa newsletter e receba todas as novidades
na sua caixa de correio

Tarot de Marselha

Tarô de Marselha, também conhecido pela designação francesa Tarot de Marseille, é um baralho de cartas clássico e um dos mais conhecidos. É um padrão a partir do qual todos os baralhos de tarô derivam.

Trata-se de um jogo de 78 cartas, distribuídas em dois grupos: arcanos maiores e arcanos menores.

Significado dos 22 Arcanos Maiores

0 – O louco:
Desorientação, loucura e extravagância.
Caminha em frente, olha para a frente, para o futuro assim como olha para o ar, sem ver o chão não tendo consciência sobre o terreno em que pisa.
Abandono de algo e começo de uma nova jornada, decisão.
Liberdade, consciência do superloto do necessário, possíveis novos conhecimentos.

I – O Mago:
Iniciativa, de criação e de vitalidade.
Simboliza a energia vital, início de novos empreendimentos.
O Chapéu que tem na sua cabeça recolhe as energias cósmicas.
Maneja os arcanos menores Ouro (ouros), copo (copas), faca (espadas).
Estabilidade, reflexão antes de acção, varias possibilidades que a vida propõe.

II – A Papisa:
Emotividade, compreensão e bom senso.
A Papisa é dotada de sabedoria e força interior.
As suas roupas demonstram energia e a sua capa a espiritualidade.
A sua tiara simboliza os 3 mundos, a sua posição recostada indica a reflexão e a meditação, representa o feminino e a receptividade.

III – A Imperatriz:
.Sabedoria, inteligência e protecção por parte de uma mulher.
Mostra inteligência e poder, aguarda o momento oportuno para agir.

IV – O imperador:
Poder, Força, Riqueza
Representa o domínio terreno no sentido de base ou pedra cúbica, acção.
Auto controle, tem consciência dos seus limites.
Paternidade, autoridade, protecção e apoio.

V – O Papa:
Bons concelhos, compaixão e espiritualidade.
É o poder espiritual e religioso, representa os 3 mundos pelo seu ceptro.
Protecção e compreensão.
Pontífice entre o espiritual e o terreno interage entre estes dois planos.

VI – Os Amantes:
Amor, felicidade, afecto humano, duvidas, duas possibilidades, escolher o que o coração ditar.

VII- O Carro:
Êxito, triunfo e viagens, Avanço, evolução, rapidez, avançar para a evolução tendo em conta experiências do passado.
As coisas andam sem o controlo do consultante.
Vitória.

VIII- A Justiça:
Julgamentos, assuntos legais e disciplina, a ausência de sentimentos, a objectividade absoluta.
O físico submetido ao espiritual, atitude neutra não avalia, só julga.
Equilíbrio, reflecte a harmonia entre duas ordens, material e espiritual, consciente e inconsciente.

IX- O Eremita:
Solidão, concentração e introversão.
Homem solitário que possui a sabedoria, recolhimento, peregrinação.

X- A Roda da Fortuna:
Mudanças, sorte e oportunidades, realização, o auge e a plenitude.
Evolução dada ao conhecimento que adquiriu pelo passado.
Acção concretizada.

XI- A Força:
Energia determinação e audácia.
Acção, a força em todos os sentidos: físico mental afectivo e espiritual.
O poder da força consegue dominar o problema.
O chapéu indica a captação de energia cósmica, energia espiritual encarnada no físico (capa vermelha sobre vestido vermelho).

XII- O Enforcado:
Mudanças, renuncia, apatia, um fim, inteligência ás avessas por erro.
Evolução estagnada.

XIII – Arcano sem Nome (Morte)
Mudança forçada, fim de uma situação e regeneração.
Acção física consciente, riqueza partida, dificuldades financeiras.
Consciencialização espiritual mais profunda, Renovação espiritual.

XIV- A Temperança:
Moderação, harmonia e esperança. Uma pessoa bondosa e repleta de poder espiritual, espiritual age com energia, equilíbrio e conciliação.

XV- O Diabo:
Violência, fracasso e auto destruição, Inteligência fora do comum, instinto, poder, malefícios e feitiços maléficos.

XVI-A Torre:
Mudanças, becos sem saída e acidentes.
Castigo pelo Karma, agitação, uma mudança brutal e inesperada.

XVII- A Estrela:
Optimismo, sorte e ocasiões inesperadas, pureza e simplicidade, renascimento positivo, fertilidade.

XVIII- A lua:
Enganos, decepções e melancolia, meditação, força do subconsciente, escuridão, indecisões.

XIX- O Sol:
Triunfos, êxitos e conquistas.
Evolução, bons fluidos, recepção de energia cósmica, fertilidade terrena.

XX – O Julgamento:
Entusiasmo, fim de um Conflito, cura, uma revelação, descoberta de uma verdade.

XXI – O Mundo:
Êxito final e plenitude, equilíbrio absoluto.
A personagem é rodeada por uma grinalda amarela (plano celeste), vermelha (plano físico), e azul (plano espiritual).

 Copyright © TAROTDELACRUZ.pt 2017

Desenvolvido por Optimeios